A caminho das eleições legislativas

Não são eleições para escolher o primeiro-ministro ou o governo. São quase 11 milhões os eleitores que têm encontro marcado para eleger 230 deputados à Assembleia da República a 6 de outubro.

Para uma História da Associação Portuguesa Gaita-de-foles

Presentemente, a Escola de Música e o Grupo Musical continuam a representar as suas principais actividades regulares, em estreita parceria com A Voz do Operário. As inscrições estão abertas e para mais informações, os interessados podem dirigir-se à Secretaria d’A Voz na Graça ou através de contacto@gaitadefoles.net Na década de 1990, Paulo Marinho (Sétima Legião … Continue reading Para uma História da Associação Portuguesa Gaita-de-foles

Governo falha promessa de manuais novos

Tinha garantido que os estudantes do 7.º ao 12.º ano de escolaridade iriam receber manuais escolares novos no ano letivo que agora começa mas o Ministério da Educação recuou na decisão. Segundo avançou o jornal Público, os alunos estão a receber livros usados. A tutela tinha decidido, inicialmente, atribuir manuais escolares novos aos alunos do … Continue reading Governo falha promessa de manuais novos

AR recomenda expansão do Metro até Loures

O PS foi o único partido a abster-se, isoladamente, na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, no estudo da expansão do metro até Loures que recomendava também a suspensão da linha circular.

“O governo tem uma visão muito marcada pelo assistencialismo”

Foram marginalizados durante séculos. Durante o fascismo eram encerrados em asilos e apartados da sociedade. Se a revolução permitiu que as pessoas com deficiência conquistassem importantes avanços, 45 anos depois, são um setor da população que permanece invisibilizado e discriminado. Ana Sezudo é presidente da maior organização de pessoas com deficiência. Fundada em 1972, a … Continue reading “O governo tem uma visão muito marcada pelo assistencialismo”

Refugiados: uma união naufragada

Não se sabe ao certo quem é o autor do proverbial cinismo “a morte de um homem é uma tragédia, a de um milhão é só uma estatística”, mas a sua força, e recorrência, não reside no nome de quem a disse, mas sim na vasta lista de candidatos a poder tê-la dito. Desde 2016, 15 mil pessoas afogaram-se no Mediterrâneo sob o olhar plácido e indiferente da União Europeia: só uma estatística para o capitalismo, 15 000 tragédias para a humanidade.

Internacional

Read More